sociais

logos

Cresce Brasil

O presidente da FNE e do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo (Seesp), Murilo Celso de Campos Pinheiro, e o diretor geral do Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), o economista Saulo Krichanã Rodriguez, proferiram a palestra “Inovação” na 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), na manhã desta sexta-feira (18/9), em Fortaleza (CE).


Fotos: Rita Casaro
Murilo Soea 5 editada 
Pinheiro, na 72ª Soea, defendeu a retomada do investimento em infraestrutura
e a valorização dos profissionais da área tecnológica 


Na apresentação inicial, Pinheiro observou que o Brasil vive uma crise econômica séria, agravada pela crise política que dificulta que se encontrem saídas aos problemas. Diante desse quadro preocupante, observou o dirigente, que já se traduz em paralisação de obras e projetos e desemprego, inclusive para os profissionais da área tecnológica reunidos nesta Soea, “a questão que se coloca é: qual o papel que cabe a nós? Que contribuição devemos dar ao País?” E acrescentou: “Parece-nos que um fórum como este é um espaço privilegiado para colocarmos essa questão em debate. E para que a Engenharia Unida trace um norte de ação e mobilização.”

Segundo ele, a FNE está convicta de que a luta fundamental hoje é pela retomada das iniciativas favoráveis ao crescimento econômico e à geração de emprego e renda. “Sem menosprezar o desequilíbrio fiscal, que é real, é preciso perceber que não é possível mergulhar na recessão para garantir ajuste”, defendeu, observando, ainda, "que não se pode minar a já frágil proteção social aos mais pobres. O combate à miséria não é caridade, mas um esforço estratégico de construir uma nação justa e desenvolvida”.

Pinheiro defendeu junto ao público da Soea medidas que permitam ao Brasil avançar, ainda que com maior dificuldade e lentidão. “Não podemos retroceder e perder o protagonismo alcançado no período de 2003 a 2013, quando o emprego formal na engenharia cresceu mais de 87%, conforme estudo feito pelo Dieese [Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos] a pedido da FNE.”

O presidente da FNE destacou, ainda, o que considera o elemento mais importante: a valorização da mão de obra qualificada que contribui de forma fundamental para que um projeto como esse possa ser colocado em pé. “Ou seja, os engenheiros e o conjunto dos profissionais da área tecnológica. É essencial que tenhamos condições de exercer o nosso ofício, remuneração justa e acesso à educação continuada de forma consistente. Duas lutas centrais da nossa federação, o salário mínimo profissional e a carreira de Estado, dizem respeito a isso.”

* Confira a apresentação do engenheiro Murilo Pinheiro aqui.

Inovação e educação
Na sequência, Krichanã apresenta a palestra “Inovação e educação” a partir da experiência pioneira do Isitec, cujo mantenedor é o Seesp e que iniciou as atividades em fevereiro último com a primeira turma do curso Engenharia de Inovação do Brasil.



Saulo IsitecKrichanã apresenta conceitos de inovação na Soea, na manhã do dia 18 de setembro
 

Durante a palestra, o diretor geral falará sobre conceitos e as dimensões tangível e intangível da inovação e como elas foram incorporadas ao processo de criação do curso de Engenharia de Inovação do Isitec – o primeiro e único curso de graduação na área existente no Brasil. “Preparamos pessoas que, nas mais diversas atividades econômicas – na agricultura, agronegócio, comunicações, engenharia ou na área financeira – sejam capazes de assumir esse comportamento observacional e gerar mudanças. A inovação tem natureza multidisciplinar e é isso o que buscamos: partir da figura do engenheiro especialista para a de engenheiro com uma visão holística dos processos”, explica Krichanã.

* Confira a apresentação do diretor geral do Isitec aqui.

Soea
Anualmente, engenheiros, agrônomos, meteorologistas, geólogos, geógrafos, técnicos e tecnólogos, dos quatro cantos do país, se reúnem para debater temas diretamente ligados ao desenvolvimento e à infraestrutura brasileira. É a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia que, em 2015, em sua 72ª edição, tem como tema “Sustentabilidade: água, energia e inovação tecnológica”. Paralelo ao evento acontece, também, o II Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc).

 

Fonte: noticia-engenharia_inovacao_e_desenvolvimento_-114958_18092015

Autor: Rosângela Ribeiro Gil - Imprensa Seesp

Adicionar comentário


logoMobile