sociais

logos

Cresce Brasil


Organizações do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação ( FNDC) lançaram, no domingo (15), a Campanha Internet Direito Seu: conexão e cidadania para todxs!. Com apresentação de vídeo e lançamento de página no Facebook,  participantes da campanha explicam que o objetivo é sensibilizar a sociedade sobre os problemas gerados pela falta de conexão (ou conexão precária) à Internet num país de tamanha proporção como o Brasil e mobilizar a população para a disputa pela universalização do acesso, por conexão de qualidade e preços justos. Desde que o Marco Civil da Internet foi aprovado em 2014, o acesso à Internet é considerado um serviço essencial para todos e todas e condição fundamental para a garantia da cidadania dos cidadãos brasileiros.
 
Para a vice-presidente da CNTU, Gilda Almeida, que participou do lançamento, é preocupante a desigualdade de acesso no Brasil. Ainda hoje,  conforme dados da campanha, 46% dos domicílios brasileiros ainda estão desconectados e isto vale para os mais variados tipos de conexão, entre elas a fixa (por satélite ou banda larga) e a móvel (por celular). "O acesso só se dá para aqueleles de maior poder aquisitivo,  não permitindo acesso publico ", lamenta.
 
Gilda considera a campanha uma grande a iniativa e lembra  a experiência exitosa de Cuba, onde  em  "o estado colocou acesso nas praças publicas, portanto permitindo igualdade de direitos ao uso. da internet. A campanha vai poder no minimo esclarecer esse direito. "- avalia.
 
Flávia Lefèvre,  advogada da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), afirma que, para ter acesso universal é preciso ir além da  barreira da infraestrutura de telecomunicações, distribuída de forma extremamente desigual no Brasil, e pensar na inclusão dos consumidores de baixa renda.

O FNDC defende  que a luta por acesso de qualidade é fundamental para a construção da #democracia, da #participação e da #cidadania.
 
Ver menos

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile