sociais

logos

Cresce Brasil

No dia 12 de julho, membros da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e da Academia Nacional de Engenharia (ANE) reuniram-se, na sede da ABC, a fim de estabelecer uma maior aproximação e avaliar uma parceria ABC-ANE. Estiveram presentes: Renato Cotta, Luiz Bevilacqua e Luiz Pereira Calôba – Acadêmicos das duas instituições -, o presidente da ANE Francis Bogossian, o Acadêmico da ANE Nelson Martins, e o assessor técnico da ABC Marcos Cortesão.

Francis Francis Bogossian, Marcos Cortesão, Luiz Bevilacqua, Renato Cotta, Luiz Pereira Calôba e Nelson Martins reúnem-se na ABCFrancis Francis Bogossian, Marcos Cortesão, Luiz Bevilacqua, Renato Cotta, Luiz Pereira Calôba e Nelson Martins reúnem-se na ABCEste primeiro encontro buscou estruturar propostas conjuntas de ação, que terão por objetivo o fortalecimento da engenharia, da ciência e da tecnologia no Brasil, entendendo estas como ferramentas fundamentais para o desenvolvimento nacional. A ANE vem discutindo internamente a elaboração de um documento focado nos Grandes Desafios da Engenharia. Este será estruturado em torno de grandes temas, como, por exemplo, mobilidade urbana, de forma similar ao que foi feito no Projeto de Ciência para o Brasil da ABC.

Para Renato Cotta, é necessário que os desastres sejam relatados, mas que as conquistas também sejam exaltadas. “O evento precisa exaltar a importância histórica, presente e futura da engenharia nacional”, disse. Para Bevilacqua, a parceria é uma ótima oportunidade para que as duas instituições ganhem ainda mais força perante a sociedade civil e política.

O assessor técnico da ABC responsável por acompanhar os trabalhos do grupo, Marcos Cortesão, afirmou que tem certeza de que algum grau de articulação entre essas Academias seria muito positivo, gerando uma sinergia positiva que beneficiaria a todos. “Cada uma das Academias têm nichos e missões específicas, mas existe um enorme terreno comum onde estas podem atuar em sintonia, dando maior força e visibilidade a posicionamentos comuns em defesa de políticas públicas nacionais onde ciência, engenharia e medicina têm contribuições a dar”, acredita ele.

Os presidentes das instituições, Luiz Davidovich (ABC) e Francis Bogossian (ANE) estão animados com a parceria e acreditam que os frutos serão muitos. Na ocasião, Bogossian declarou: “Estou pronto para ‘arregaçar as mangas’ e fazer este grupo de trabalho conjunto acontecer.”

A próxima reunião ocorrerá daqui a algumas semanas na sede da ANE e dará seguimento na elaboração de um simpósio focado na discussão de casos de sucesso da Engenharia brasileira e como esta vem sendo desmantelada, com sérias consequências para o desenvolvimento nacional.

ABC

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile