sociais

logos

Cresce Brasil

Ao lado da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e de outras entidades congêneres, a Associação dos Docentes da USP (Adusp) participará da “Marcha pela Ciência SP 2019”, que será realizada na capital paulista no dia 7 de julho (domingo). Não se trata de uma simples efeméride, pois a manifestação, que corresponde à comemoração antecipada do Dia Nacional da Ciência e do Dia Nacional do Pesquisador (8 de julho, mesmo dia em que foi fundada a SBPC em 1948), coincide com um dos piores momentos já enfrentados pela ciência nacional, que vem sofrendo com sucessivos cortes nos recursos destinados à pesquisa científica.

Foto: Cientistas EngajadosFoto: Cientistas EngajadosAlém disso, os cientistas e pesquisadores universitários vêm se deparando com ataques à ciência e com uma onda de obscurantismo sem precedentes. Por essa razão, as entidades organizadoras esforçam-se para estimular a comunidade científica brasileira a se mobilizar tendo como mote esta data, “organizando e participando de atividades culturais e manifestações públicas em defesa da ciência e da educação”, como diz a SBPC.

Em Belo Horizonte a data será celebrada em 6 de julho, enquanto Rio de Janeiro e São Paulo promoverão atividades no dia 7 de julho. Em Brasília, a data será celebrada com um evento na Câmara dos Deputados, no dia 10. Outras cidades deverão divulgar suas respectivas programações nos próximos dias. Todas as iniciativas buscam interagir com a sociedade, de modo a popularizar as conquistas cientificas e fortalecer as instituições públicas de pesquisa.

Em São Paulo estão previstas três diferentes atividades na Avenida Paulista, no dia 7. A primeira delas é a “Feira de Ciências do Dia Nacional da Ciência”, programada para iniciar-se às 10 horas e terminar às 17 horas. Os interessados poderão inscrever seus projetos de divulgação científica. A segunda atividade é o “Varal de Banners de Congresso”, onde serão exibidos trabalhos científicos apresentados em congressos. A outra atividade, de forte teor político, remete diretamente para a conjuntura brasileira: é a “Caminhada contra o obscurantismo”, que deve começar às 16 horas do domingo.

A organização do evento em São Paulo está a cargo dos seguintes grupos e entidades, além da SBPC e Adusp: Cientistas Engajados, Academia de Ciências do Estado de São Paulo (Aciesp), Associação Nacional de Pós Graduandos (ANPG), Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC), Instituto Questão de Ciência (Iqc), Associação dos Docentes da Unicamp (Adunicamp) e Associação dos Docentes da Unesp (Adunesp).

Belo Horizonte: “multiplicidade das ciências”

Aberta a todo o público, a iniciativa em Belo Horizonte acontece no dia 6 (sábado) das 9 às 16 horas, no Centro de Referência da Juventude (CRJ-BH), localizado no centro de Belo Horizonte, e seu entorno. Serão cerca de 80 atividades com temas diversos, como competição de robôs, palestras sobre fake news e impressão em 3D.

A organização na capital mineira envolve, além da SBPC, da UFMG e CRJ-BH, a Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), da Fiocruz Minas, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), da Fundação Ezequiel Dias (Funed) e da Santa Casa de Belo Horizonte.

“Com atividades destinadas ao público infantil, juvenil, adulto e universitário, a comemoração busca abordar a multiplicidade das ciências. Será uma oportunidade para a população entrar em contato com a vastidão do que o conhecimento pode produzir nas áreas de saúde, biológicas, sociais, exatas, ciências da terra, engenharias, linguística, artes e agrárias”, informa a SBPC. “As atividades incluem palestras, oficinas, lançamentos de livros, exposições e apresentações musicais e teatrais”, bem como apresentações de robótica e de veículos de competição sustentáveis.

Rio de Janeiro terá feira de ciências na Quinta da Boa Vista

O Rio de Janeiro viverá, em 7 de julho, o “Domingo com Ciência na Quinta”, em frente ao Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, a partir das 10 horas. Aberto ao público sem restrições, “o evento terá uma feira de ciências, diversas atividades culturais, e manifestações públicas”, bem como apresentações musicais e curtos pronunciamentos de representantes da comunidade científica.

O presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira, reitera o convite aos “secretários regionais da SBPC, entidades científicas, professores, pesquisadores, estudantes e toda a população” para organizar manifestações locais e participar da mobilização que deverá ocorrer em várias cidades brasileiras e no Congresso Nacional.

“Precisamos nos unir nesse momento para registrar nosso protesto e insatisfação com o quadro da ciência e da educação no País. É fundamental contarmos com um número significativo de membros da nossa comunidade participando das atividades do Dia Nacional da Ciência e de outras manifestações em defesa da educação e da C&T”, disse Moreira.

Adusp

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile