sociais

logos

Cresce Brasil

Em matéria de capa nesta edição, Engenheiro traz entrevista com o presidente da FNE, Murilo Pinheiro. Enfatizando o movimento “Engenharia Unida”, o dirigente defende a ação coesa da categoria e suas entidades representativas em prol da retomada do desenvolvimento nacional. Na sua avaliação, contribuir para recolocar o País no rumo do crescimento é o grande desafio da engenharia hoje.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) estará entre as entidades mais comentadas em cinco anos no País. Será considerada um caso inédito neste século de uma organização sindical presente no debate público cercada de artistas, intelectuais e profissionais de todas as áreas. Navegando contra a maré do desalento e da falta de perspectivas, a CNTU emana esperança da ressignificação e da necessária revalorização da política.

Quatorze companhias estaduais de saneamento básico foram incluídas no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), pelo governo federal, em março último. Dessas, 13 são das regiões Norte e Nordeste, e uma do Sul. Todavia, outras empresas públicas entraram no rol com a Lei Complementar 159, sancionada em maio, que prevê a desestatização de ativos estaduais, como os de saneamento, como contrapartida para o recebimento de ajuda financeira da União.

Aprovada no Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Michel Temer em 6 de junho último como Lei 13.448/2017, a Medida Provisória (MP) 752/2016 – que abrange a renovação antecipada das concessões no setor ferroviário, incluídas no chamado Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) – não soluciona os problemas decorrentes da privatização no segmento nos anos 1990, na contramão do interesse público. Contém uma série de violações constitucionais e deve ser impugnada.

Como profissão do desenvolvimento por excelência, a engenharia é fortemente afetada em momentos de crise, como o atual. A profissionais experientes, recém-formados e estudantes da área, o desafio de se manter no mercado ou conquistar uma vaga ficou ainda maior.

Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí, Distrito Federal, Ceará

Presidente da FNE e do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), Murilo Pinheiro defende algumas premissas básicas para que o Brasil supere a grave crise econômica em que se encontra: o País deve retomar investimentos a partir de estímulo governamental; são necessárias medidas que estimulem a produção e a geração de empregos, como a redução da taxa de juros; e, principalmente, que haja protagonismo dos profissionais da área tecnológica nesse processo.

Desde o início da década de 1960, quando começou a se desenhar a constelação de satélites em volta da terra que forma o Sistema Global de Posicionamento, GPS na sigla em inglês para Global Positioning System, muito se evoluiu nesse campo. Criado pelos Estados Unidos com objetivo militar, para que tropas pudessem se deslocar com mais precisão em áreas remotas, desde os anos 1980 o GPS vem sendo utilizado pela população em geral.

183Charge183Charge

logoMobile