Imprimir

justicastfA semana promete ser de muita expectativa para a diretoria da Petrobras. O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar nessa semana um pedido feito pelas mesas da Câmara dos Deputados e do Senado contra a venda de refinarias da estatal. A ação deverá ser julgada a partir de sexta, no plenário virtual, sendo que o debate pode se estender até o dia 25 de setembro.

Para lembrar, as mesas do Senado e da Câmara dos Deputados fizeram um pedido ao Supremo para que o tribunal emita uma medida cautelar contra o processo de venda de refinarias por parte da Petrobras.

Os deputados e senadores alegam que o método escolhido pela empresa para alienar as plantas, que consiste na constituição de novas subsidiárias, configura “desvio de finalidade, sendo prática proibida e inconstitucional, ante a possibilidade de conduzir a ‘privatizações brancas’, em burla ao controle democrático do Congresso Nacional”.

O julgamento acontece na mesma semana em que outros setores também começaram a se movimentar contra os planos de desinvestimento da Petrobrás. Conforme noticiamos mais cedo, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e seus sindicatos vão intensificar sua atuação na campanha “Petrobras Fica”. A ideia da iniciativa é  mostrar à sociedade os prejuízos econômicos e sociais causados pela venda de ativos da companhia, sobretudo suas refinarias.

Petronotícias